Ontem comentamos aqui no site sobre a entrevista do Ministro Luiz Mandetta para o Fantástico, no último Domingo (12 de Abril).

Só por ceder a uma entrevista à Rede Globo, Mandetta já gerou revolta nacional: diversos grupos de Facebook e pessoas nas redes sociais pediram a demissão do ministro.

Bolsonaro sempre foi claro em uma coisa: odiar a Globo.

Desde que assumiu a Presidência, Bolsonaro não deu uma entrevista sequer à Rede Globo e a fonte de dinheiro público secou para essa emissora, que antes recebia milhões/bilhões de reais para publicidade.

Já faz um bom tempo que a Globo fala mal do Bolsonaro e o critica, mas desde que ele virou Presidente o objetivo número 1 da “rede esgoto” se tornou ser contra Bolsonaro e fazer campanha atrás de campanha contra ele.

Aproveitando o momento delicado em que se encontra o Governo (tendo o Coronavírus e Economia em colapso como principais problemas), a Globo está se aproveitando dos conflitos entre Bolsonaro e Mandetta para fazer do ministro o “bom moço” e o “médico que está salvando o Brasil” ao fazer essa “entrevista”.

Entrevista entre aspas porque se tem uma coisa que essa Propaganda Política não foi é entrevista. Como disse o brilhante comentarista Caio Coppolla, a reportagem foi tão bem produzida que teve até “mangas arregaçadas” do ministro, passando um ar de que ele está se esforçando muito nesse período, também passaram fotos da família do Mandetta enquanto ele contava história.

Enfim, parafraseando Coppolla, a Globo está usando o “inimigo do nosso inimigo para ser nosso amigo”.

Veja abaixo os comentários de Coppolla em seu Instagram:

@boletimcoppolla

Como diria o ditado popular, a Rede Esgoto está comendo pelas beiradas e fazendo campanha para o ministro traidor (amigo de Doria e Rodrigo Maia) que está apunhalando Bolsonaro pelas costas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: