Neste dia 1º de Abril o Presidente Jair Bolsonaro participou de um telefonema com o apresentador Datena, no programa Brasil Urgente, da Rede Bandeirantes.

Bolsonaro atualizou a população com algumas notícias para ajudar durante a pandemia do Coronavírus. Veja abaixo alguns dos pontos conversados durante a entrevista:

  • Autorização do abono emergencial de 600 reais que atenderá 54 milhões de pessoas;
  • Descoberta da Hidroxicloroquina como agente de melhora nos casos de Coronavírus – pesquisas estão sendo realizadas para a comprovação da cura do vírus;
  • Bolsonaro disse que conversou com o presidente chinês e tratou sobre a questão dos ventiladores e equipamentos médicos que são fabricados na China, e há a possibilidade de colaboração da China para com o Brasil para o envio dos equipamentos necessários;
  • O Presidente Bolsonaro também disse que a Índia poderá enviar ao Brasil o medicamento feito à base de Hidroxicloroquina;
  • Está prevista a contratação de mais médicos para o combate ao Coronavírus, visto que muitos tiveram que ser afastados;
  • Bolsonaro comentou sobre os efeitos do Covid-19 nas pessoas;
  • Datena perguntou em relação ao pronunciamento da última terça-feira (31 de março), do porquê houve uma mudança no tom do Presidente. Bolsonaro respondeu dizendo que as palavras são próprias dele, mas que assessores o auxiliaram a formalizar melhor o discurso;
  • Bolsonaro falou também sobre os empregos e a economia;
  • O Governo irá anunciar Medida Provisória para negociação de empresas e empregados para que haja redução de carga horária e também redução salarial proporcional;
  • O país pagará parte do salário dos funcionários para que não hajam demissões;
  • A preocupação do Bolsonaro com a economia é em relação às dezenas de bilhões de gastos, e para que o país não entre em depressão ao invés de recessão;
  • Datena questionou o Presidente sobre a questão do Rio Grande do Sul, onde o Governador deste estado prorrogou a quanrentena por mais 30 dias, e Bolsonaro respondeu dizendo que não há uma hierarquia de Presidente para Governador, e que cada um toma as medidas que acharem convenientes;
  • A crítica principal do Bolsonaro é em relação à alguns prefeitos e governadores, e não com todos;

Assista à entrevista:

Entrevista do Datena com o Bolsonaro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: